sexta-feira, 26 de julho de 2013

Filme | Minha Mãe é uma Peça [2013]


o que eu achei sobre o filme Minha Mãe é uma Peça
Bom Dia leitores e hoje, também cinéfilos. Mais uma vez vamos falar de cinema nacional? 

Essa semana fui assistir ao cômico e divertidíssimo filme "Minha mãe é uma peça". Estrelado por Paulo Gustavo, baseado numa peça teatral de mesmo nome, vista por milhares de pessoas.

Sinopse: Dona Hermínia (Paulo Gustavo) é uma mulher de meia idade, divorciada do marido (Herson Capri), que a trocou por uma mais jovem (Ingrid Guimarães). Hiperativa, ela não larga o pé de seus filhos Marcelina e Juliano (Mariana Xavier e Rodrigo Pandolfo), sem se dar conta que eles já estão bem grandinhos. Um dia, após descobrir que eles consideram ela uma chata, resolve sair de casa sem avisar para ninguém, deixando todos, de alguma forma, preocupados com o que teria acontecido. Mal sabem eles que a mãe foi visitar a querida tia Zélia (Sueli Franco) para desabafar com ela suas tristezas do presente e recordar os bons tempos do passado. (Fonte: Adoro Cinema)


OPINIÃO E PECULIARIDADES

Olha gente, a sinopse do filme é bem esclarecedora. A história em si corre justamente na ida de Dona Hermínia a casa da tia Zélia, após o choque em saber que os filhos acham-na chata! Vamos vendo os flahes de quando os meninos eram crianças (mas nada de Drama, tranquilos), bem num estilo stand-up comedy. 



A filha é gorda e só pensa em comer. Desde criança fora assim e a mãe sofre pra 'colocar juízo' naquela cabecinha... O menino é gay e sempre gostou de brincar com as bonecas da irmã. São vários personagens, narrados de forma corriqueira e são tantas tiradas hilárias que é impossível ficar sem rir.



Para vocês terem ideia, eu chorei de tanto gargalhar assistindo ao filme, além do mais, não foram em momentos esporádicos. Não passei um minuto em silêncio - muito menos quem assistia na sessão. A Ingrid Guimarães também faz parte do elenco e representa uma perua que é a nova esposa do ex-marido de Dona Hermínia. Caso você conheça o ator que dá vida a mãe (Divã, por exemplo), já deve imaginar quão inusitada será essa mistura.



Mas não para por aí. Embora o filme tenha um tom engraçado e supérfluo de modo geral, traz também uma mensagem importante sobre o cuidado e carinho que os filhos devem ter com a mãe e o valor que essas tem para nossas vidas.

Pelo menos no meu caso, foi impossível não comparar algumas frases-feitas que ora mãe ora avó costuma dizer. Indiretas que escapolem e como elas sabem fechar os olhos quando lhe é conveniente. Espero que vocês se divirtam e se enxerguem na tela em algumas situações (risos).

CURIOSIDADE

Nos créditos finais é exibido um vídeo caseiro feito pelo próprio Paulo Gustavo com sua mãe, que serviu de inspiração para a criação da peça teatral na qual Minha Mãe é uma Peça é baseado.


Aproveitem o trailer para se encher de vontade de assistir o filme. Já assistiu? Então deixe seu comentário logo abaixo dizendo o que achou. Um abraço!

Comente com o Facebook:

10 comentários:

  1. Francielle Couto Santos26 de julho de 2013 21:28

    É um filme nacional que eu veria com certeza. Gosto de enredos cômicos que, no fim das contas, trazem uma mensagem consigo. Enfim...


    Ótimo post!
    Um abraço!
    http://universoliterario.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Se tiver oportunidade, assista mesmo Franci. O cinema Brasileira cresce cada vez mais. Obrigado por comentar ;) Abraço.

    ResponderExcluir
  3. Esse filme é o máximo! Eu adorei do começo ao fim e também chorei de rir na sala do cinema. Paulo Gustavo é hilário e estava incrível.

    Beijos,
    biblioteca-de-resenhas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Sem comentários para esse filme, verdade Mariana? Paulo Gustavo faz um papel de mulher impecável nem dá para dizer que tem um homem por trás da maquiagem rsrs. Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Esse filme parece ser muito divertido *-* Quero ver \o/


    Beijos,
    Nanie

    ResponderExcluir
  6. Eu não conhecia o autor que faz a mãe, nas entrevistas que vi parece que era uma peça de teatro que virou filme, que eu também não vi ou fiquei sabendo. O triler é engraçadíssimo e os gifs que você colocou ficaram ótimos. Todo mundo que viu e comentou comigo fala que tem mesmo essas frases de mães, aquelas que todas falam e que só muda de endereço. kkkkkkk Gostei muito da dica, parabéns pela resenha.

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
  7. É sim, divertidíssimo Nanie. E não tem muito palavrão.. bem família mesmo. Beijos. ;)

    ResponderExcluir
  8. Eu também não tinha ouvido falar da peça antes do filme Denise, mas como tenho memória fotográfica para rostos, lembrei do ator assim que o vi. rsrs. Obrigado pela visita e assista assim que puder, um abraço! :)

    ResponderExcluir
  9. O filme está na minha lista de filmes que quero ver...parece ser beeem engraçado rs.

    ResponderExcluir
  10. É Hilário Evy, como eu falei, foi o primeiro filme que eu não consegui ficar sério por um segundo sequer. Espero que se divirta!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...