quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Os Melhores do Ano de 2013



Olá leitores. Como passaram de ano novo? Espero que bem. E não é que 2014 já nos encontrou. Passei um tempo de férias, voltei e ninguém sentiu. Para quem me acompanha o blog deve ter notado que a aparência está diferente... Sempre que finalizo um layout já fico pensando no próximo e com esse não foi diferente. Tudo se mantém igual, exceto a aparência que espero ter ficado mais agradável e convidativa a quem passe por aqui.

Sem mais delongas. Fim de ano também é tempo de contabilizar nossas conquistas pessoais, e por que não incluir a literatura no meio disso?! Pois bem, após quantificar todos os livros do ano (lidos, relidos, abandonados, comprados, ganhados, trocados) estou aqui com a lista de melhores do ano.

Acontece o seguinte: Como escolher uma ínfima dezena de livros para colocar no meu ranking? Impossível, eu bem sei. Então, com a ajudinha de um vídeo da Tatiana Feltrin, resolvi montar uma lista de categorias e escolher um livro (talvez mais) para cada uma delas. Serve tanto para quem já leu as obras concordar comigo como para quem ainda não conhece marcar como meta de leitura para este ano! 

Melhor Série 


Levando em consideração que li todos os volumes nesse ano, Jogos vorazes com certeza foi uma das minhas série preferidas. O final nem tanto, o qual me frustou muito, mas para saber mais você pode escolher quais resenhas ler, clicando aqui

Menção honrosa: A Harry Potter, a qual finalizei os três últimos volumes no ano de 2013. Sem igual. Posso começar a reler a série agora?

Melhor livro YA (Jovem Adulto)


O primeiro contato com o autor foi em "O lado bom da vida", o qual ainda estava meio em dúvida sobre o que Matthew queria mostrar, mas com esse livro enfim descobri que o autor veio para ficar. Uma história que envolve bullying, depressão, e que emociona como nenhuma outra. Única crítica: não deveria acabar tão rápido. Leia a resenha!

Menção honrosa: Extraordinário da autora R.J. Palácio. Um livro para todas as idades, que deveria ser aplicado como paradidático em todas as escolas. Que ensina a pais, irmãos e amigos que aparência não é tudo e que, por trás de uma deformidade facial, pode se esconder grandes tesouros.

Melhor livro policial 


Os homens que não amavam as mulheres, romance sueco que só teve sucesso após a morte do autor Stieg Larsson, composto por mais dois livros e que conta a história de uma hacker (Lisbeth Salander) que ajuda um jornalista investigativo (Mikael Blomkvist) a dissolver o misterioso desaparecimento da sobrinha de um milionário, onde nem tudo é o que parece ser.

Melhor Chick-Lit


O Diabo veste Prada, uma história hilariante que supera em cem vezes a história que o filme quis passar. Só uma coisa a dizer: leia, você não se arrependerá. 

Menção honrosa: Férias! de Marian Keyes. Uma história divertida mas que chega a impactar por tamanho humor negro. Um daqueles tipos de livros que aparentam ser simples mas tem uma história recheada e que mostra a vida da personagem principal em várias fases de sua vida.

Melhor Sick-Lit / Drama


Antes de mais nada, devo dizer para você que não sabe do que se trata o novo gênero literário chamado Sick-Lit, que leia o artigo explicativo que fiz no blog há uns meses.

Passando disso, meu Deus, foi o primeiro livro que me fez chorar em toda a vida. Começa parecendo mais um romance juvenil, você provavelmente não dará grande coisa, mas depois se transforma e, quando menos nos damos conta, já estamos envolvido com toda a música, romance e a cidade de Amsterdã. [Continue lendo]

Menção honrosa: A Lista negra de Jennifer Brown e As Vantagens de ser Invisível de Stephen Chbosky

Melhor livro envolvendo Filosofia / Pseudo Biografia 


Nessa categoria eu simplesmente não consegui escolher um único livro. Ambos (Quado Nietzsche chorou e A cura de Schopenhauer) foram escrito pelo autor Irvin D. Yalom, renomado escritor na vertente mais filosófica que atribui os ensinamentos de grandes pensadores aos seus personagens; porém, tanto em um quanto no outro a verdadeira história dos supracitados é narrada. Não são livros para o gosto de  qualquer leitor, mas caso tenha oportunidade, leia!

Melhor livro de Terror 


Os contos de Edgar Allan Poe são os melhores. Há várias edições das intituladas Histórias Extraordinárias, cada uma delas contendo diferentes escritos. Foi uma surpresa agradabilíssima conhecer o autor esse ano e automaticamente já tornou-se um favorito. Essas são as três versões de leitura que fiz esse ano. Em breve mais resenhas para os diferentes livros.

Melhor Clássico da literatura universal 


Orgulho e preconceito de Jane Austen. Um livro que sempre tive vontade e medo de ler. Um, pelo fardo de ser um clássico inglês. Dois, de eu não conseguir entendê-lo ou me afeiçoar. Três, esqueça tudo o que eu acabei de dizer, o livro traz uma linguagem razoavelmente simples e compreensível, sendo rápido e delicioso para apreciar.

Melhor Romance Contemporâneo Adulto 


Duas histórias. Duas gerações. Um destino. Esse foi o melhor livro da categoria e do autor que li esse ano. Uma longa jornada, lançamento de 2013 pronto para ser lido e relido.

Menção Honrosa: A Sombra do Vento de Carlos Ruiz Zafón. Este poderia entrar como série, surpresa, romance, mistério. Uma história que se passa na Barcelona e envolve o amor do homem por seus livros, além de transmiti-lo em gerações póstumas.

Livro mais opressor / Instigante


O sr. Pip, narrado numa sociedade utópica tendo como plano de fundo a guerra e as histórias de Charles Dickens, um clima bem parecido com 'A menina que roubava livros'. Simplesmente perfeito. Discorre da ignorância e frieza humana, da inocência juvenil e a importância da leitura na vida das pessoas em completa devastação.

Menção Honrosa: A revolução dos bichos, também um clássico da literatura mundial, escrito por George Orwell, tendo sido resenhado recentemente no blog.

Melhor "Surpresa" 


A Guerra dos Tronos, O Hobbit (uma das próximas resenhas do blog) e a literatura fantasiosa medieval como um todo. Há leituras que ficam esperando por nós a vida inteira, temos medo, receio e preconceito de que não vamos gostar. Mas, ao se dar uma oportunidade, enxergamos como a literatura é vasta e pode ser libertadora. Para quem ainda não leu nenhum destes, não tenha medo, se arrisque!

Melhor livro de Literatura Nacional 


Livro de uma peculiaridade incrível. Denso e sutil ao mesmo tempo. Clarice me incitou e desde então não paro de pensar em seus livros que ainda quero ler. A Hora da Estrela ficará guardado para sempre nos corações daqueles que leram, e o filme (ao contrário do que os leitores assíduos reclamam) também é maravilhoso.

Melhor livro Infantojuvenil 


Coraline de Niel Gaiman. Também poderia estar na categoria de livros de terror. Dependendo do horário em que você ler, a história pode soar bem macabra. Faz lembrar os períodos de infância em que às vezes os pais são obrigados a deixar os filhos sozinhos. 

Menção Honrosa: As crônicas dos Kane de Rick Riordan. Uma série muito boa que fala sobre os deuses do antigo Egito. 

Livro que todos gostaram "menos eu" 


Não é que eu não tenha gostado de A Culpa é das estrelas. A questão é que eu gostei mas não vi motivo para tanto alarde, pois há livros com a mesma temática que são tão melhores quanto esse. (lê-se Cante para eu dormir).

Livro mais "desnecessário" 


Um conto da série Delírio de Lauren Oliver que não agregou ou serviu de nada para quem conhece a história original. Se a intenção foi complementar informações ao leitor, Lauren falhou. Não fez nenhuma mudança na minha vida. No skoob eu conto um pouco da minha visão do livro para vocês. 

Pior livro 


Terminei a leitura por questão de honra, tem um começo super legal, que tinha tudo para dar certo, mas o autor escreveu numa montanha Russa de emoções que não conseguiu me convencer ou agradar. Pior ainda é saber que haverá uma continuação. Leia os motivos de eu não ter gostado desse livro em minha resenha no skoob.

Abandonei 


Li até a página 100 mas não consegui me conectar com o livro de forma alguma. Saiba mais aqui.

***

Como puderam notar, não me contive e dei "uma roubadinha" na contagem, inserindo várias menções honrosas. Contudo, não pude deixar de fazer pois 2013 realmente foi um ano magnífico para as minhas leituras e, com certeza, excelentes livros ainda ficaram de fora da lista.

RETROSPECTIVA EM NÚMEROS

- Comprei: 42 

- Troquei: 5

- Ganhei: 7 

* Li: 65 livros. (Meta original: 52 livros) Yeah!

Fique a vontade para tomar esse post como uma Tag e também aplicá-la no seu blog ou diga nos comentários se conseguiu cumprir sua meta e ainda se alguns desses livros também estão na sua lista.

F-E-L-I-Z 2014!

Comente com o Facebook:

7 comentários:

  1. Amei a tag.
    Parabéns pela meta alcançada e pela nova roupagem do blog, gostei!
    Beijo e um 2014 repleto de ótimas leituras!

    ResponderExcluir
  2. Que o seu recente fascínio pela literatura fantástica medieval só aumente! Passa lá no blog que eu tenho várias recomendações!

    Abraços.

    http://desbravandolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. De todos os livros que você citou, li apenas Orgulho e Preconceito e amo ele. É um dos meus livros favoritos. O do Nicholas eu quero ler porque já vi gente comentando que é um dos melhores dele. Cante para eu dormir é um que eu enrolo para ler e até agora nada, assim como A culpa é das estrelas.

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
  4. DEEEEEEEEEEUS Floresta dos Corvos é um dos que pretendo ler, e na mesma "vibe" (lançados perto) tem o "A Torre Invisível" fiquei com medo agora :(



    Leu p caramba hein?! Extraordinário não poderia faltar na listinha, nem Neil Gaiman (que apesar de ainda n conhecer a fundo, virou hype) e cada vez mais me distancio de "A Culpa é das Estrelas"... na verdade não fui com a cara de John Green, autor que menina baba geralmente dispensa comentários.



    Fiquei instigado a ler "Perdão Leonard Peacock" pelo bullying e tal, gostei da lista no geral, foram muitas leituras e bastante coisa nova p explorar.


    "feliz ano novo" e que esse ano o blog volte com tudo!


    Abs

    ResponderExcluir
  5. Oi Amanto. Li bastante coisa mesmo em 2013. Super feliz com a meta alcançada. Acho que você vai adorar "Perdão, Leonard Peacock". Eu li "Os sofrimentos do jovem Werther" que você me sugeriu e gostei bastante. Creio que gostarei de "Quem é você Alasca" do John Green daí sim vou poder falar mais dele. Abraços e... pega dicas dessa lista para você ;)

    ResponderExcluir
  6. Essa lista apresentada é realmente muito interessante, mas vc já leram o livro "reverso? Não? É um livro que veio para marcar a história, eu o recomendo, esse é o link...

    www.buqui.com.br/ebook/reverso-604408.html‎

    busca.livrariasaraiva.com.br/saraiva/Reverso‎

    ResponderExcluir
  7. luis felipe de paula31 de janeiro de 2014 02:27

    Achei sua lista fantástica, mas vai uma dica leia o livro "reverso" é arrebatador, esse é o link.

    www.buqui.com.br/ebook/reverso-604408.html‎

    ·
    busca.livrariasaraiva.com.br/saraiva/Reverso‎

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...